Segunda-feira, 22 de Setembro de 2008

Bebida alcoólica

  

Bebida alcoólica é conveniente ?

A sociedade é bombardeada diariamente por intensas campanhas publicitárias, visando aumentar o número dos consumidores de bebidas alcoólicas. Os comerciais veiculados na TV, transmitem uma idéia de sucesso, pregam que serão felizes nos relacionamentos amorosos, interpessoais (muitos amigos) e vitoriosos nas práticas esportivas, entre outras inverdades. É notório o êxito das campanhas promovidas pelos produtores de bebidas; o crescimento dos consumidores é vertiginoso, inclusive, entre os adolescentes e jovens. O álcool é uma droga lícita (tal qual o cigarro) dotada de grande poder destrutivo, os males produzidos pelo seu consumo englobam, desde a deterioração da saúde à destruição da personalidade e dignidade do homem.

Pela constatação dos resultados negativos da ingestão de bebida alcoólica, conclui-se que é uma idéia concebida pelo diabo, a fim de aprisionar o homem ao pecado, destruindo-lhe a dignidade e o amor próprio.

“... Só vem para roubar, matar e destruir...” Jo 10.10a

A mensagem principal do Senhor Jesus é a vida e a sua preservação em santidade e pureza.

”... Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.”
Jo 10.10b

É comum encontrarmos dentro das igrejas, vidas que anseiam por uma latinha de cerveja ou uma dose de whisky, estas, não vigiaram devidamente e foram influenciadas pela astuta mensagem do inimigo; preferem satisfazerem à carne e sua “sede” a ouvir a voz do Espírito Santo, que misericordiosamente se materializa na instrumentalidade dos irmãos. A palavra dita por Deus a Ezequiel se aplicam muito bem a eles, veja:

“Os filhos são de duro semblante e obstinados de coração; eu te envio a eles, e lhes dirás: Assim diz o SENHOR Deus. Eles, quer ouçam quer deixem de ouvir, porque são casa rebelde, hão de saber que esteve no meio deles um profeta.”  Ez 2:4,5

O Senhor Deus também fala com profundidade em Sua Palavra sobre a ingestão de bebidas alcoólicas, desaconselhando o seu consumo.

a) Proibida

Ef 5.18  "Não se embriaguem, pois a bebida levará vocês à desgraça; mas encham-se do Espírito de Deus."
Lc 21.34
"E Jesus terminou, dizendo: —Fiquem alertas! Não deixem que as festas, ou as bebedeiras..."

SIGNIFICADO- Embriagar ,embriaguez, embriaguem - Dicionário Aurélio-  causar embriaguez, INGERIR BEBIDAS ALCOÓLICAS, ALCOOLIZAR-SE...


b) Obra da Carne.

Gl 5.21  "invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam."

c) Uma Vergonha, humilhação ao servo.

Is 28.7,7 “ Mas há outros que também andam tontos por terem bebido muito vinho, que não podem ficar de pé por causa das bebidas: são os sacerdotes e os profetas, que vivem embriagados e tontos. Os profetas, quando recebem visões de Deus, estão bêbados, e os sacerdotes também, quando julgam os casos no tribunal. As suas mesas estão cobertas de vômito, não há um só lugar que esteja limpo.
Pv 20.1 "Quem bebe demais fica barulhento e caçoa dos outros; o escravo da bebida nunca será sábio."

d) É indecente ao servo

Rm 13.13  "Vivamos decentemente, como pessoas que vivem na luz do dia. Nada de farras ou bebedeiras..."

e) Destituídos do Reino de Deus

1Co 6.10  "os ladrões, os avarentos, os bêbados...  não terão parte no Reino de Deus."

f) Os beberrões não são companhias dignas

Pv 23.20  "Não ande com gente que bebe demais, nem com quem come demais."

g) Serão castigados.

Is 5.11  "Ai dos que se levantam pela manhã e seguem a bebedice e continuam até alta noite, até que o vinho os esquenta!"

Que me resta dizer?
A Palavra do Senhor é clara e não deixa margem para as dúvidas.

É pecado!

O consumo  de vinho é correto?

Claro que não, o vinho também tem alcool portanto não é correto; não me venha com essa que Jesus tomou vinho alcoólico pois isso é uma grande mentira! 

Jesus usou uma bebida não fermentada de uvas, ao instituir a Ceia do Senhor (Mt 26.26-29; Mc 14.22-25; Lc 22.17-20; 1Co 11.23-26)? Os dados abaixo levam à conclusão de que Jesus e seus discípulos beberam no dito ato suco de uva não fermentado.

(1) Nem Lucas nem qualquer outro escritor bíblico emprega a palavra “vinho” (gr. oinos) no tocante à Ceia do Senhor. Os escritores dos três primeiros Evangelhos empregam a expressão “fruto da vide” (Mt 26.29; Mc 14.25; Lc 22.18). O vinho não fermentado é o único “fruto da vide” verdadeiramente natural, contendo aproximadamente 20% de açúcar e nenhum álcool. A fermentação destrói boa parte do açúcar e altera aquilo que a videira produz. O vinho fermentado não é produzido pela videira.

(2) Jesus instituiu a Ceia do Senhor quando Ele e seus discípulos estavam celebrando a Páscoa. A lei da Páscoa em Êx 12.14-20 proibia, durante a semana daquele evento, a presença de seor (Êx 12.15), palavra hebraica para fermento ou qualquer agente fermentador. Seor, no mundo antigo, era freqüentemente obtido da espuma espessa da superfície do vinho quando em fermentação. Além disso, todo o hametz (i.e., qualquer coisa fermentada) era proibido (Êx 12.19; 13.7). Deus dera essas leis porque a fermentação simbolizava a corrupção e o pecado (cf. Mt 16.6,12; 1Co 5.7,8). Jesus, o Filho de Deus, cumpriu a lei em todas as suas exigências (Mt 5.17). Logo, teria cumprido a lei de Deus para a Páscoa, e não teria usado vinho fermentado.

(3) Um intenso debate perpassa os séculos entre os rabinos e estudiosos judaicos sobre a proibição ou não dos derivados fermentados da videira durante a Páscoa. Aqueles que sustentam uma interpretação mais rigorosa e literal das Escrituras hebraicas, especialmente Êx 13.7, declaram que nenhum vinho fermentado devia ser usado nessa ocasião.

(4) Certos documentos judaicos afirmam que o uso do vinho não fermentado na Páscoa era comum nos tempos do NT. Por exemplo: “Segundo os Evangelhos Sinóticos, parece que no entardecer da quinta-feira da última semana de vida aqui, Jesus entrou com seus discípulos em Jerusalém, para com eles comer a Páscoa na cidade santa; neste caso, o pão e o vinho do culto de Santa Ceia instituído naquela ocasião por Ele, como memorial, seria o pão asmo e o vinho não fermentado do culto Seder” (ver “Jesus”. The Jewish Encyclopaedia, edição de 1904. V.165).

(5) No AT, bebidas fermentadas nunca deviam ser usadas na casa de Deus, e um sacerdote não podia chegar-se a Deus em adoração se tomasse bebida embriagante (Lv 10.9 nota). Jesus Cristo foi o Sumo Sacerdote de Deus do novo concerto, e chegou-se a Deus em favor do seu povo (Hb 3.1; 5.1-10).

(6) O valor de um símbolo se determina pela sua capacidade de conceituar a realidade espiritual. Logo, assim como o pão representava o corpo puro de Cristo e tinha que ser pão asmo (i.e., sem a corrupção da fermentação), o fruto da vide, representando o sangue incorruptível de Cristo, seria melhor representado por suco de uva não fermentado (cf. 1Pe 1.18,19). Uma vez que as Escrituras declaram explicitamente que o corpo e sangue de Cristo não experimentaram corrupção (Sl 16.10; At 2.27; 13.37), esses dois elementos são corretamente simbolizados por aquilo que não é corrompido nem fermentado.

(7) Paulo determinou que os coríntios tirassem dentre eles o fermento espiritual, i.e., o agente fermentador “da maldade e da malícia”, porque Cristo é a nossa Páscoa (1Co 5.6-8). Seria contraditório usar na Ceia do Senhor um símbolo da maldade, i.e., algo contendo levedura ou fermento, se considerarmos os objetivos dessa ordenança do Senhor, bem como as exigências bíblicas para dela participarmos. 

A TRANSFORMAÇÃO DA AGUA PRO VINHO.


Em João capítulo dois, vemos que Jesus transformou água em “vinho” nas bodas em Caná. Que tipo de vinho era esse? A resposta deve ser determinada pelos fatos contextuais e pela probabilidade moral. Acreditamos piamente que Jesus fez o mesmo vinho da Ceia, sem nenhum álcool. O objetivo desse milagre foi manifestar a sua glória (Jo.2:11), de modo a despertar a fé pessoal e a confiança no Senhor Jesus como filho de Deus, santo e justo, que veio salvar o seu povo do pecado (Mt.1:21). Sugerir que Cristo manifestou a sua divindade como filho Unigênito de Deus (Jo.1:14), mediante uma festa de bebedeira, visto que cada talha (Jo.2:6) comportava por volta de 120 litros (vezes seis teríamos a quantia de 720 litros), sem contarmos o que já havia sido consumido. Se o vinho fosse embriagante seria mais que suficiente para todo mundo sair trançando as pernas e caindo pelas ruas, o que não ocorreu. Leiamos: Não olhes para o vinho quando se mostra vermelho (ou fermentado), quando resplandece no copo e se escoa suavemente(Pv.23:31). É claro que essa passagem santa e que simboliza a transformação do homem não poderia ser feita com uma bebida alvoroçadora. O Senhor conhecia muito bem os textos bíblicos que condenam o vinho embriagante (Pv.20:1), bem como as palavras de Habacuque 2:15-16: Ai daquele que da de beber ao seu próximo, adicionando à bebida o seu furor, e que o embebeda para ver a sua nudez! Serás farto de ignomínia em lugar de honra; bebe tu também, e sê como um incircunciso; o cálice da mão direita do Senhor se chegará a ti, e ignomínia cairá sobre a tua glória.
Poderíamos citar também o testemunho da medicina moderna que condena veemente todo tipo de consumismo alcoólico. Mesmo em pequena escala a bebida pode causar sérios danos a saúde. As mulheres mais jovens podem ter o seu sistema reprodutivo danificado, provocando abortos e nascimentos de bebês com defeitos mentais e físicos, isso ocorre mesmo em mulheres que consomem o álcool socialmente.

 

Temos algumas pobres igrejas evangélicas que são a favor da bebida alcoólica, indo totalmente contra a bíblia. No próprio orkut você encontra tópicos de determinadas igrejas incentivando o uso da bebida alcoólica, vários comentário do tipo "a bebida é conveniente, inconveniente são alguns bêbados" outros ja incentivam o uso chamando para o bar e usando uma musica secular "beber, cair e levantar". A libertinagem passou dos limites na igreja, temos até comunidades no orkut (de igreja) se fazendo passar por boteco, quem faz parte dessa comunidade são os próprios membros da igreja, e essa igreja já é bem antiga no Brasil, concerteza essas pessoas não receberam o batismo com Espirito Santo, pois quando você recebe, há uma transformação.

Além de não terem recebido o batismo com Espirito Santo não aceitaram a Jesus, porque quando você recebe Jesus no seu coração há transformação, concerteza são esses que confundem a liberdade com libertinagem e não são sábios como diz lá em proverbios 20:1, e se continuar nessa vida, o seu destino já está traçado 1 corintios 6:10.

Na Igreja dos efésios havia, provavelmente, um grupo de crentes que não haviam recebido o batismo com o Espírito Santo e Paulo descreve o motivo em Ef.5:18: “E não vos embriagueis com vinho, no qual há devassidão, mas enchei-vos do Espírito,”. Esse grupo de irmãos achava normal beber e ser cristão, mas a prova que isso é impossível é bradada por Paulo: “não vos embriagueis”. O Espírito não fica onde há sujeiras e embriaguez.

 

“ Ai daquele que dá de beber ao seu próximo, adicionando à bebida o seu furor, e que o embebeda para ver a sua nudez! Serás farto de ignomínia em lugar de honra; bebe tu também, e sê como um incircunciso; o cálice da mão direita do Senhor se chegará a ti, e ignomínia cairá sobre a tua glória” (Hb.2:15-16).

“Mas também estes cambaleiam por causa do vinho, e com a bebida forte se desencaminham; até o sacerdote e o profeta cambaleiam por causa da bebida forte, estão tontos do vinho, desencaminham-se por causa da bebida forte; erram na visão, e tropeçam no juízo” (Is.28:7).

“Não é dos reis, ó Lemuel, não é dos reis beber vinho, nem dos príncipes desejar bebida forte; para que não bebam, e se esqueçam da lei, e pervertam o direito de quem anda aflito” (Pv.31:4-5).

“O vinho é escarnecedor, e a bebida forte alvoroçadora; e todo aquele que neles errar não é sábio” (Pv.20:1).

“Não olhes para o vinho quando se mostra vermelho (fermentado), quando resplandece no copo e se escoa suavemente” (Pv.23:31).

“Beberão, e cambalearão, e enlouquecerão, por causa da espada, que Eu (o Senhor) enviarei entre eles” (Jr.25:16).

Os textos acima falam por si só e nos deixa claro quanto a vontade de Deus em relação a bebida alcoólica

Fuja desse tipo de "igreja", tenha um verdadeiro encontro com Deus, não se deixe levar pelo mundo, beber só vai te levar a destruíção carnal, familiar e etc.Por isso que muitos crentes não crescem na vida, vive a mesmice todo dia, vivem arrumando desculpas para suas bebedices na biblia, alias as desculpas não procedem uma que a maioria delas são tiradas do Velho Testamento, pra começo de conversa, não vivemos mais o tempo da lei, portanto não há desculpas. Seja maduro, temos muitas infatilidades no meio de igreja, quer viver o que o mundo trás? viva lá fora não dentro da igreja! Deus quer pessoas santificadas, puras e não impuras!

 

JESUS ELE TRANSFORMOU A AGUA EM VINHO E DOS BONS NÃO É? AGORA EU TE PERGUNTO, VINHO ALCOÓLICO E BOM? NÃO VAI DESTRUIR SEU CORPO? ENTÃO ELE NÃO É BOM!

CONCERTEZA O VINHO BOM QUE JESUS TOMOU ERA NÃO FERMENTADO, NA ´ÉPOCA ELES FERVIAM O VINHO PARA TIRAR O ALCOOL. O VINHO ERA DOCE COMO O MEL.

FUJA DESSAS IGREJAS QUE INCENTIVAM A INGERIR BEBIDAS ALCOÓLICAS, SUA VIDA ESPIRITUAL IRÁ SE ACABAR! DEVEMOS CONDENAR TAIS PRÁTICAS E IGREJAS!

FAÇA A DIFERENÇA NO MUNDO FOI PARA ISSO QUE DEUS NOS CRIOU !

ROMANOS 14:20 E 21 - NÃO DESFAÇA A OBRA DE DEUS POR UM NACO DE CARNE. LEMBRE-SE NÃO HÁ NADA DE ERRADO COM A CARNE, MAS ESTÁ ERRADO COMÊ-LA SE ISSO FIZER OUTRA PESSOA TROPEÇAR. A COISA CERTA A FAZER ´É DEIXAR DE COMER CARNE OU DE BEBER VINHO, OU DE FAZER QUALQUER COISA QUE OFENDA O SEU IRMÃO OU O QUE FAÇA PECAR

Beber vai edificar a minha vida?
Vou edificar o próximo?  

 

 

publicado por: Novo Evangelho às 02:37
link do post | Deixe seu comentário | favorito
10 comentários:
De leo a 28 de Fevereiro de 2010 às 02:32
Que tristeza ler este post sobre bebidas alcoólicas...Desde quando é que vinho tinto faz mal ás refeições? Quem é vc pra dizer que beber vinho é pecado???
tristeza...Beber vinho ( com moderação ) é salutar e deve ser pecado aí na sua terra...Se não sabe ,deveria saber que o vinho tem propriedades terapeuticas.Recentemente estudos vêm demonstrando que o vinho tinto reduz o risco de doenças cardíacas, protege contra disfunções neurológicas, aumenta a longevidade, possui poder anti-cancerígeno e pode até proteger fumantes contra os efeitos danosos do cigarro, seja um raro “Chateau Petrus” ou uma versão barata de mesa.
Espero que fique esclarecido.Deus abençoe !
De jr a 16 de Março de 2010 às 20:09
meu amigo vai te converterr.... oque salva e cura qualquer doença e o SANGUE DE JESUS o restoe papo pra crente que nem vc ter desculpa pra beber e fazer besteira vai se converterr

De Profeta a 6 de Junho de 2010 às 22:03
O consumo de bebida alcólica foi incentivado por Deus Jeová onde foi instituído um costume de consumo de alimentos e bebidas fermentadas (vinho) e destiladas (bebida forte) dentro no tabernáculo em culto ao Senhor. Para verificar isto basta conferir:

Dt 14:26 - "E aquele dinheiro darás por tudo o que deseja a tua alma, por vacas, e por ovelhas, e por vinho, e por bebida forte, e por tudo o que te pedir a tua alma; come-o ali perante o SENHOR teu Deus, e alegra-te, tu e a tua casa"

A nova vida em Cristo foi comparada ao vinho novo (fermentado) que arrebenta os odres velhos (as velhas crenças). Logo, não há que se associar direta e incondicionalmente o vinho fermentado à malícia.

Jesus transformou água em vinho em uma festa de casamento cujos costumes judaicos incluíam o consumo de vinho (bebida fermentada). Uma análise imparcial leva-nos a crer que Jesus transformou a água em vinho (fermentado) de ótima qualidade que era servido no começo das festas.

Além do mais, fica claro que o consumo normal de vinho fermentado era comum entre os cristão da igreja primitiva nas cartas paulinas onde ele adverte contra a embriagues durante a Santa Ceia. A pergunta que fica é: como pode alguém se embriagar consumindo bebida não alcoólica? Por favor, confira em 1 Co 11:21. Observe que ele condena o excesso de comida e bebida e não o consumo das mesmas.

Por fim, gostaria de deixar claro que quero apenas fazer uso da Palavra de Deus de forma fiel. Não acrescentando a Ela minhas próprias crenças ou costumes. Eu acredito que a bebida alcoólica prejudica na atualidade muitas vidas, mas não posso fazer disto uma doutrina e concluir coisas que não estão devidamente apresentadas nas Sagradas Escrituras.

Todos fiquem na Paz do Senhor!!
De Emanuel Lucini a 9 de Julho de 2010 às 02:29
respeito a opinião de todos os irmão, porém tenho uma pergunta ao irmão criador desse tópico, me explique oque era o vinho que deixava nossos irmão da igreja primitiva bebados no texto

I Corintios 11:20

20 De sorte que, quando vos ajuntais num lugar, não é para comer a ceia do Senhor.
21 Porque, comendo, cada um toma antecipadamente a sua própria ceia; e assim um tem fome e outro embriaga-se.
22 Não tendes porventura casas para comer e para beber? Ou desprezais a igreja de Deus, e envergonhais os que nada têm? Que vos direi? Louvar-vos-ei? Nisto não vos louvo.

Não estou dizendo que eles faziam certo porque foram advertidos por Paulo, mas não sejamos ignorantes, se eles ficavam bebados por tomar demais com certeza o vinho era fermentado.

Eu quero saber quantas almas você ganhou desde a sua conversão?
Oque é fazer a obra de Deus, evangelizar ou ficar atancando as "pobre igrejas evangelicas" como você se referiu?

Romano 14
2 Porque um crê que de tudo se pode comer, e outro, que é fraco, come legumes.
3 O que come não despreze o que não come; e o que não come, não julgue o que come; porque Deus o recebeu por seu.
4 Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio SENHOR ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.
5 Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em sua própria mente.
6 Aquele que faz caso do dia, para o Senhor o faz e o que não faz caso do dia para o Senhor o não faz. O que come, para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e o que não come, para o SENHOR não come, e dá graças a Deus.
7 Porque nenhum de nós vive para si, e nenhum morre para si.
8 Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor.

então fica na benção, faça a tua obra que todos nós vamos prestar contas diante de Deus.

Fiquem na paz.
De RONEYESPIRITOSANTO a 13 de Dezembro de 2010 às 14:05
Meus parabens!O seu argumento não tem como contestar é melhor ser verdadeiro que religioso se tornado fanatismo.Se nao interpretarmos a biblia corretamente seremos hipocrita....existe versiculos favoravel e contra o vinho. favoravel a lingua e contra a lingua e etc... minhas congratulaçoes....
De rocha a 7 de Dezembro de 2010 às 01:28
O vinho fazia parte do povo bíblico, diversas passagens relata o vinho na vida das pessoas. Paulo manda Estevão tomar vinho para ajudar no seu problema de saúde no estômago , pois o vinho tem suas propriedades medicinais. o livro de Tímoteo orienta a não ser dado a muito vinho, Deus condena a embriaguez, pois a bebedice retira o dicernimento do homem. O vinho naquela época era diluído, o que tornava mais leve o teor de álcool produzido pela fermentação, então tomar vinho na refeições, de forma moderada, que não escandalize o evangelho, NÃO EXISTE PROIBIÇÃO NA PALAVRA.

Agora, não pode a igreja estimular ou permitir bebida forte, prevalece a proibição generalizada de bebida forte. Pois a mesma não tem como controlar que bebe uma taça de vinho no almoço ou quem bebe várias garrafas, por isso é melhor seguir a proibição com base na embriaguez, definida na PALAVRA DO SENHOR.
De RONEYESPIRITOSANTO a 13 de Dezembro de 2010 às 11:20
O Beber vinho não é pecado.Assim como aBilblia condena a glutonaria,comer de mais.Beber demais tambem é condenado. Deus criou o vinho p/alegrar o coraçao do homem. Na festa de casamento jesus transformou agua em vinho e pelo contexto o vinho bom é o que embriaga. O proprio jesus bebia vinho,tanto é que foi chamado de beberrao de vinho.Na ceia da igreja o povo estava se embriagando, agora dizer que o vinho que jesus fez ou bebia nao tinha alcool , eu desafio qualquer doutor ou mestre em teologia provar isto...existe muitas referencias a favor e contra o vinho. como tambem a favor e contra a lingua nem por isso as pessoas cortam a lingua ou param de falar, paulo a chama como um mal incontido chama do inferno...Agora querer torcer a palavra de paulo é ignorancia dos indouto , paulo diz e não vos embriagueis com o vinho nao esta proibindo ninguem de beber, na ceia ele da outro exemplo, não tem casa para beber e comer, ele não proibiu o povo apena deu uma liçao,que a ceia nao era motivo de gluotonaria e nem bebedice , o seu significado éra trazer em memoria o sacrificio de cristo ......
De Líbina a 6 de Fevereiro de 2011 às 03:16
O irmão do blog está expondo sua opinião...se não aceitamos ou aceitamos, não vamos mandar ele ler bíblia, ou aprender...vamos orar ...e pelo amor de Deus não é...quanto crente q não tem vergonha na cara e quer beber....ai fala daquele q não aceita....
NÃO VOS EMBREAGUEIS COM VINHO, MAS ENCHEIVOS DO ESPÍRITO!!!....quer beber??? fique a vontade, mas não julga aquele q quer se encher do Espírito....
De Aline a 25 de Maio de 2011 às 06:16
Do mesmo modo q os comentaristas estão utilizando passagens bíblicas para explicar o "poder beber" existem as passagens bíblicas, ditas pelo dono do blog que mostram completamente ao contrário. Nem na Bíblia e nem na atualidade, a bebida trouxe virtude a ninguém! Ana quando estava no templo chorando aos pés de Deus, e o Sacerdote pensou q ele estivesse embriagada ele disse q ela se afastasse da bebida! (ela não estava embriagada). e até mesmo, quando Deus falava q poderiamos gastar oq tínhamos em "bebidas fortes" creio, q era pelo simples fato, e satisfação do ser humano, e ñ por virtude!!! Existem mts pecados, piores q a embriagues, mas dizer que a embriagues não nos leva a cometer vários pecados, é ser hipócrita! A embriagues nos faz cometer pecados! So pelo lugar onde elas são vendidas.. e pelas pessoas que frequentam esses lugares podemos ver que, Deus tbm disse para ñ nos assentarmos a roda dos escarnecedores!
De carlon manoel da silva a 15 de Abril de 2012 às 01:16
O uso do vinho é condenado por Deus, pois quem nele cometer erro nunca será sábio (proverbio 20:1) só faz o uso de vinho, ou qualquer bebida alcoolica pessoas canais sem uma transformação na mente, Jesus transformou água e vinho simbolizando ali mudança de carater, mas como a serpente enganou adão e Eva no jardim do Èdem ele continua enganado toda a nação cujo Deus é o Senhor, diante de Deus Adão colocou a culpa do seu pecado na mulher, Eva colocou a culpa do seu pecado na serpente e você amigo tenta ocultar o seu pecado colocando a culpa em quem? no diabo sendo ele o culpado da sua desgraça (João 8:44).

Comentar post

.Translation

.Contador

online

Free Web Counter
Bed and Bath

.Matérias do Blog

. Apóstolo Estevam diz: Est...

. Protesto na Marcha para J...

. Jovens com propósito

. Você está disposto(a) à e...

. Blasfema em pensamento, p...

. Levitas: É Bíblico?

. Sexo Anal e oral entre ca...

. Pastor Solteiro?

. O "perigo" da bíblia

. Vida Espiritual

. Basta Acordem

. Líder da Assembléia de De...

. Quem ama espera

. Perguntas Evangélicas

. Uma vez salvo sempre Salv...

. Não dar o dízimo

. Fome e Sede de Justiça

. Salomão e Eclesiastes

. Entrevista: Toque no Alta...

. Os 4 batismos

. Jovens Evangélicos: Difer...

. Débora, a pastora

. Dízimo e o NT

. "Perseguição contra a Ren...

. Mensagem do Apóstolo Hern...

. Religiosidade

. Vivendo o novo

. Apostólico e Unção apostó...

. Motel, posso ir?

. Depois da tempestade

. A dor do amor

. O natal sem a pessoa amad...

. Não entre na onda dos out...

. A Droga é melhor?

. Cristão Extravagante

. Perguntas e Respostas

. Servos ou Filhos?

. Perdão

. Resposta "Tatoo" e Pierci...

. Várias denominações porqu...

. Seguir o Velho Testamento...

. Bebida alcoólica

. Piercing Não é Pecado II

. Ateus Deus Existe!

. Adivinhações é certo cons...

. Tragédias sinal de pecado...

. Deus admite o mal?

. Batismo no Espirito Santo

. Meu namoro é de Deus?

. Todos filhos de Deus?

.Links