Terça-feira, 30 de Setembro de 2008

Seguir o Velho Testamento?

 

 

Devemos seguir o Antigo Testamento? 

 

Quando lemos o Antigo Testamento é importante discernir que aquilo foi primeiramente escrito para o povo terreno de Deus, o isralelita, escolhido desde a fundação do mundo. Tecnicamente, o Antigo Testamento vai até Atos, em Pentecostes, que é quando começa a Igreja, para a qual foram escritas as epístolas com a doutrina dos apóstolos. A Igreja não aparece em nenhum lugar do AT, porque era um mistério (Paulo fala disso em Efésios e que coube a ele revelar esse mistério).

Portanto, tudo o que encontra no AT não se aplica diretamente à Igreja, mas pode ser aplicado na forma de princípios ou sombras de coisas que viriam.

Uma pessoa no AT dificilmente teria certeza de sua salvação, pois só conhecia até a lei, os mandamentos. A graça é revelada na sua plenitude em Cristo. Graça é Deus dando o que não merecemos e misericórdia é Ele deixando de dar o que merecemos.

No sentido do AT, creio que dizia mesmo de pesar, embora a lei só servisse para condenar e a pessoa, em última instância, acabava salva mesmo era pela fé, pela graça e misericórdia de Deus. Não fosse assim... que personagem do AT você encontra que não tenha pecado coisas horrendas? Alguns é possível citar, mas os famosos, Davi, Salomão... ai! Felizmente eles foram justificados pela fé, independente das obras (Romanos 4)

Quanto ao crente hoje, ele é salvo por graça para andar nas obras que Deus preparou. Se não andar? Bem, será salvo, mas como que pelo fogo, ou seja, entrará no céu de mãos abanando.

O cristão não entrará em juízo (João 5) no sentido de um julgamento criminal, como acontece nos tribunais. Mas ele entrará num julgamento no sentido de um concurso de obras de arte, para receber prêmio (galardão). É disto que fala 1 Coríntios 3:

"Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo".

 

Jesus revogou a Lei do Antigo Testamento?

 

Uma leitura superficial de alguns versículos apresenta uma dificuldade, até dando a impressão de uma contradição nas Escrituras. Alguns religiosos aproveitam esta suposta contradição para negar claras afirmações sobre o anulamento da Lei dada aos israelitas no monte Sinai.

 

Em Mateus 5:17-18, Jesus disse: “Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas, não vim para revogar, vim para cumprir. Porque em verdade vos digo, até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra.” Alguns citam esta afirmação para tentar obrigar as pessoas de hoje a guardarem o sábado e outros mandamentos da Antiga Aliança.

 

Para compreender este comentário de Jesus, precisamos prestar atenção especial a três palavras que ele usou. A palavra revogar vem de uma palavra grega que significa derrubar, subverter ou destruir. Jesus não veio para subverter a Lei, ele veio para cumprir. A palavra traduzida cumprir significa completar, levar até o fim, realizar ou obedecer. Jesus não pretendia subverter a lei, ele pretendia cumpri-la, assim a levando até o seu determinado fim. A terceira palavra importante é a preposição até. Os céus e a terra poderiam passar, mas a lei não passaria até ser cumprida. Esta palavra (traduzida até, até que, ou enquanto) significa algo que chega até um certo ponto e termina. Deus falou para José ficar no Egito até que ele fosse avisado (Mateus 2:13). José não “conheceu” Maria enquanto ela não deu à luz um filho” (Mateus 1:25). Na morte de Jesus, houve trevas até à hora nona (Lucas 23:44). A Lei não perdeu sua força até ser cumprida por Jesus.

  

O autor de Hebreus usou uma palavra diferente, embora traduzida em algumas Bíblias pela mesma palavra portuguesa, quando disse: “Portanto, por um lado, se revoga a anterior ordenança, por causa de sua fraqueza e inutilidade (pois a lei nunca aperfeiçoou coisa alguma), e, por outro lado, se introduz esperança superior, pela qual nos chegamos a Deus” (Hebreus 7:18-19). Revogar, neste trecho, significa anular, abolir, ou remover. No mesmo capítulo, ele falou da mudança (ou remoção) da lei (Hebreus 7:12).

 

Os cristãos não estão “subordinados” à Lei (Gálatas 3:24-25). Mesmo os cristãos judeus, que estavam sujeitos à lei, foram libertados dela (Romanos 7:6). O escrito da dívida foi removido inteiramente na cruz, pois Jesus cumpriu aquela Lei (Colossenses 2:14). Após a morte do Testador, a Nova Aliança tomou seu lugar (Hebreus 8:6-13; 9:15-17). 

 

Lc 16,16-17:A lei e os profetas vigoraram até João; desde esse tempo vem sendo anunciado o evangelho do reino de Deus, e todo homem se esforça por entrar nele. E é mais fácil passar o céu e a terra, do que cair um til sequer da lei”.

 

Se a Lei e os profetas vigoraram até João é porque depois de João está vigorando algo diferente, uma nova legislação. Ela não é nada mais nada menos que o Evangelho, ou seja, o Novo Testamento

 

Rm 7,6: “Mas agora, livres da Lei, estamos mortos para aquilo que nos conservava prisioneiros, de sorte, que podemos servir a Deus conforme um espírito novo e não segundo a letra antiga

 

Livres da Lei, ou seja, que não estamos mais submissos a ela. Não é claro isso? Se podemos servir a Deus conforme um espírito novo, qual seja, os ensinamentos de Jesus, por que ficar ainda apegados a Moisés (letra antiga)? A Lei já foi cumprida por Jesus na cruz!

 

Portanto, devemos ver se o contexto todo  se encaixa atualmente, não adianta pegar versículos isoládos e aplicar sendo que o capítulo todo se refere a lei de Moises. Não estamos dizendo que não se deve seguir o VT, algumas coisas não se aplica nos dias de hoje.

  

 Dennis

 

 

 

publicado por: Novo Evangelho às 14:20
link do post | Deixe seu comentário | favorito
7 comentários:
De cursos de teologia a 5 de Outubro de 2008 às 06:12
Parabéns aos responsáveis pelo rico e abençoado conteúdo deste blog!

Abraços e continuem sempre na abundante Graça do Senhor!!!
De Anónimo a 10 de Novembro de 2008 às 16:46
Prezado blogista li suas considerações e textos biblicos mostrando a sua crença de que a lei não precisa mais ser observada. Que ela foi cumprida por Jesus. Concordo em parte com você, porém se veres mais etentamente , a lei de Moisés, lei das ordenanças sim foi cumprida em Jesus, mas os 10 mandamentos escritos pelo dedo de Deus são principios atemporários, são principios morais os quais Jesus em sua vida exemplificou e os tornou ,mais fortes ainda, não os tornando formais e sim algo natural de um cristão. Eu sigo os mandamentos de Deus não para ser salvo e sim porque sou um salvo. Viste a diferença. Paulo la em Romanos diz: Anulamos pois a lei pela fé, não antes estabelecmos a lei. Amigo o que foi cumprido em Jesus foi as ordenanças que apontavam para Jesus. Os sacrificios da manhã e da tarde. A matanaça de animais, que apontavam para o sacrificio de Jesus. Podes ver que quando Jesus morreu o véu do santuário rasgou-se de alto a baixo terminando aquele ciclo. Aquelas sombras que representavam o sacrificio de Cristo, doravante não tinham mais razão de ser porque o próprio Jesus havia cumprido. Mas os 10 mandamentos escritos no Sinai pelo prório Deus são principios eternos. É uma lei moral que Jesus veio confirmar e torná- plausivel sem subterfugios. Veja o exemplo da questão do divórcio. Jesus não abona o pecado. O que é pecado? A transgressão da lei. Que lei? Os 10 mandamentos escritos pelo dedo de Deus no Sinai. Eternos, porque mostram o próprio caráter de Deus. Eu não posso julgar ninguem, mas quem ensina errado os mandamentos já esta julgado. Não é para ensinar errado. Se tiramos os mandamentos, se os anularmos é o mesmo que negar a peópria biblia. Eles não salvam ninguem, que salva é o Senhor Jesus Cristo, mas eles são setas que nos mostram o caminho que devemos trilhar para não cairmos no precipicio.
Obrigadopor terem me permitido escrever isto. Me senti na obrigação quando vi esse artigo diante dos meusd olhos. Se o antigo testamento não vale de nada então porque esta na biblia. Porque é editado, só para ver a história. Maria tudo o que ensinou a Jesus, oensinou pelo estudo do Velho Testamento.Éle é super válido. Obrigado e fiquem com Deus...
De Novo Evangelho a 10 de Novembro de 2008 às 22:05
Boa Tarde "Anónimo", venho aqui para rebater seu comentário. O propósito do texto não foi para dizer que não devemos seguir o Velho Testamento, mas sim a LEI! A lei de Moises serviu para aquele tempo, hoje já não devemos seguir ou você acha que devemos cortar o cabelo arredondado?
Segundo ponto, os 10 mandamentos, Jesus resumiu em UM AMAR O PROXIMO COMO A SÍ MESMO" Os dez foram resumidos. Não é que não devemos seguir os 10, mas eles foram resumidos em 1. Foi cumprido por Jesus a LEI, lei de MOISES, ou seja tudo que era destidado ao povo da época, Levíticos por exemplo, são leis.
Deus abençoe 7
De Alvaro a 20 de Março de 2016 às 05:53
Boa noite!
Você disse que NÃO devemos seguir todos os mandamentos, mas em Tiago 2:10 Diz: ". Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos"
Afinal é correto NÃO seguir todos os 10 mandamentos?
Ele falou em LEI MORAL, e você rebateu com lei cerimonial e lei de Saúde ao falar do corte de cabelo, LEI MORAL são os 10 mandamentos, unicamente isso, você está em pregando que devemos seguir 9 e NÃO 10, entao eu posso escolher quais seguir?
Sendo assim, eu vivo em um país corrupto, então eu Posso escolher NÃO seguir o mandamento que diz roubar?
LEI MORAL, é o que define pecado, o pecado é o NÃO comprimento da LEI MORAL, se abolir a lei, não existe transgressão da mesma, se não existe transgressão, Não Existe Pecado.
Jesus resumiu os 10 mandamentos em 2, mas para se cumprir esses 2, devemos seguir os 10.
Amar a Deus sobre todas as coisas: Para isso devemos cumprir do 1º Ao 4º Mandamento.
Amar as pessoas como a nós mesmo: Para isso devemos cumprir do 5º Ao 10º Mandamento
De Audifax a 23 de Janeiro de 2009 às 21:19
O mais importante de tudo isto é que a partir da nova aliança, acabou a história de povo escolhido ser o hebre. O povo escolhido da nova aliança são todos os cristãos. Nao existe mais lei e não existe mais povo escolhido localizado, e sim o povo que aceitou Jesus porque o antigo povo escolhido do antigo testamento desagradou a Deus rejeitando seu filho - vejam na carta aos Hebreus - cristãos, nós é que somos o povo escolhido, vamos nos apropriar disto!
De Ligia a 11 de Abril de 2009 às 20:05
Realmente, a lei de Moisés caiu!! Mas quem disse, ou escreveu, que os 10 Mandamentos é a Lei de Moisés? Segundo a Bíblia Deus escreveu os 10 mandamentos com suas proprias mãos em uma pedra, dando a intensidade de perpetuação! A Nova Aliança na qual se refere é que para o perdão de um pecado arrempedido não seria mais necessário o sacrifício de um cordeiro, afinal Jesus já morreu na cruz para nos salvar....
De fato, não podemos querer entender a Blíblia com versículos isolados. Então Dennis, autor do texto, suas informações são contraditórias. Afinal seus argumentos se valem de versículos isolados!!
Terminando....A própria Bíblia diz (palavras de Jesus): Meu povo padece por falta de conhecimento!
De Novo Evangelho a 11 de Abril de 2009 às 21:41
Ligia, os 10 mandamentos escrito e dado por Deus a Moises era para o povo da época. Com a volta de Jesus os dez foram resumidos em 2 Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a sí mesmo.

Algumas coisas no AT não deve ser aplicado no tempo de hoje. Não há contradição na matéria, só para aqueles que querem viver no AT.

Deus abençoe

Comentar post

.Translation

.Contador

online

Free Web Counter
Bed and Bath

.Matérias do Blog

. Apóstolo Estevam diz: Est...

. Protesto na Marcha para J...

. Jovens com propósito

. Você está disposto(a) à e...

. Blasfema em pensamento, p...

. Levitas: É Bíblico?

. Sexo Anal e oral entre ca...

. Pastor Solteiro?

. O "perigo" da bíblia

. Vida Espiritual

. Basta Acordem

. Líder da Assembléia de De...

. Quem ama espera

. Perguntas Evangélicas

. Uma vez salvo sempre Salv...

. Não dar o dízimo

. Fome e Sede de Justiça

. Salomão e Eclesiastes

. Entrevista: Toque no Alta...

. Os 4 batismos

. Jovens Evangélicos: Difer...

. Débora, a pastora

. Dízimo e o NT

. "Perseguição contra a Ren...

. Mensagem do Apóstolo Hern...

. Religiosidade

. Vivendo o novo

. Apostólico e Unção apostó...

. Motel, posso ir?

. Depois da tempestade

. A dor do amor

. O natal sem a pessoa amad...

. Não entre na onda dos out...

. A Droga é melhor?

. Cristão Extravagante

. Perguntas e Respostas

. Servos ou Filhos?

. Perdão

. Resposta "Tatoo" e Pierci...

. Várias denominações porqu...

. Seguir o Velho Testamento...

. Bebida alcoólica

. Piercing Não é Pecado II

. Ateus Deus Existe!

. Adivinhações é certo cons...

. Tragédias sinal de pecado...

. Deus admite o mal?

. Batismo no Espirito Santo

. Meu namoro é de Deus?

. Todos filhos de Deus?

.Links